Quinta, 25 de Julho de 2024
°

Brasil Brasil

Marinha envia seu navio capitânia pra servir como hospital de campanha em São Paulo

O Navio-Aeródromo Multipropósito Atlântico chegou a São Sebastião na manhã de hoje (23/02)

23/02/2023 às 13h21 Atualizada em 23/02/2023 às 14h06
Por: PAULO DE OLIVEIRA RIBEIRO
Compartilhe:
Marinha envia seu navio capitânia pra servir como hospital de campanha em São Paulo

      O Atlântico, zarpou do Rio de Janeiro por volta do meio dia da quarta feira (22/02) chegando a São Sebastião na manhã de hoje, o navio está levando equipes de saúde, helicópteros e fuzileiros navais além de equipamentos de resgate e desobstrução de vias, estando equipado com 300 leitos hospitalares para poder atuar na zona da catastrophe causada pelas fortes chuvas no litoral norte do Estado de São Paulo. Outro navio da Marinha, a Embarcação de Desembarque de Carga Geral (EDCG) Guaraparí também está se deslocando para o local com previsão de chegada para o inicio da tarde.

       O Guaraparí é equipado com rampa na proa e deverá ser usado para auxiliar no resgate e transporte de pessoas ilhadas na região.

Sobre os Navios:

O Atlântico foi construído na Inglaterra na década de 1990, sendo comissionado em setembro de 1998 com o nome de HMS Ocean, foi transferido para a  Marinha do Brasil em 2018, mede 203,4 metros de comprimento, 35 metros de boca e 6,5 metros de calado deslocando cerca de 21.500 toneladas. Sua tripulação é de 1295 pessoas e tem capacidade para transportar até 18 helicópteros além de outros veículos especializados.

Já o Guaraparí foi construído pelo Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro (AMRJ) sendo entregue à Marinha em 1978, mede 41 metros de comprimento, 8,4 metros de boca e 2metros de calado, tendo 14 tripulantes e capacidade para transportar até 120 fuzileiros equipados. O navio possue rampa que o permite "abicar" em praias permitindo o embarque e desembarque de pessoal e material nas áreas afetadas na região de São Sebastião.

      Até o momento 49 óbitos já foram confirmados, dos quais 38 já foram identificados e liberados para sepultamento, sendo 13 homens adultos, 12 mulheres adultas e 13 crianças.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias